Vídeo: Pr. Carlos Nascimento afirma que Deus quer mudar nossas prioridades

Vídeos - Vídeos

Avaliação do Usuário: / 12
PiorMelhor 
No culto de 29 de agosto, domingo, o Pastor Carlos Nascimento pregou que Deus quer definir nossas prioridades de forma a vivermos de acordo com seus propósitos. A história da conversão de Zaqueu ilustrou o sermão.

Zaqueu era um homem próspero, bem resolvido, tinha uma função de destaque, era muito rico. O fato de ser rico não quer dizer que está sem salvação. Mas há uma questão de prioridade.
A prioridade de Zaqueu não era as coisas de Deus. Deus não fazia parte de sua vida diária. O objetivo era aumentar a cada dia as suas posses. O significado de sua vida era ser mais rico a cada dia.

Nesse objetivo, muitas pessoas passam por ciama de outros, não se importando com o sofrimento alheio desde que consiga realizar seus objetivos.

Mesmo que Zaqueu fosse rico, faltava-lhe alguma coisa. Sua riqueza não lhe dava felicidade.

Isso cocorre hoje. Nos países mais prósperos ocorre os maiores índices de suicídio, porque estão vazios, sem significado. Muitas pessoas realizadas materialmente revelam rancor, tristeza, sentem falta da presença de Deus.

Zaqueu ficou sabendo que Jesus ia passar em sua cidade. Uma luz nasceu em seu coração. Teve uma centelha de esperança. Movido por curiosidade decorrente das notícias que se ouvia sobre Jesus, desejou ver Jesus. Mesmo com sua alta qualidade de vida, desejou ver Jesus. Há no coração uma necessidade, um espaço que só pode ser preenchido pela presença do Senhor. Nada mais pode preencher este vazio.

Quando ele se movimenta para ir ao encontro do Senhor, surgem as dificuldades. Uma multidão cercava Jesus e Zaqueu era de baixa estatura. Mas ele esquece sua posição social e sobe em uma figueira, porque a vontade de conhecer a Deus era maior que a dificuldade de conhecer ao Senhor.

A quem tem desejo de se aproximar do Senhor, muitos obstáculos surgem para essa aproximação do Senhor. Mas qualquer sacrifício vale a pena para chegar perto do Senhor. É comum gastarmos todo o tempo para satisfazer somente as nossas próprias necessidades e alcançarmos nossos próprios objetivos. Mas o Senhor quer mudar nossas prioridades, nossos pensamentos, nossas atitudes. Vamos descobrir o que está nos impedindo de chegar perto do Senhor, de aprofundarmos nossa comunhão com Deus.

Zaqueu venceu os obstáculos e subiu na figueira. Jesus chegou onde ele estava e disse para Zaqueu descer depressa porque era conveniente pousar em sua casa.

O senhor conhece a tua história, as tuas dificuldades, os desejos de teu coração e está disposto a mudar a história de muita gente. Vidas precisam ser transformadas. Deus tem um propósito em tua vida, ainda que muitos te esqueceram e fizeram pouco caso de você. Ele quer te abraçar, mostrar que você faz parte do projeto que Ele tem para tua vida. Quem precisa de um milagre vai ter o milagre, porque eEle está mudando a prioridade.

- Zaqueu, desce depressa, disse Jesus. As pessoas começaram a murmurar, pela má fama de Zaqueu. Deus não nos olha como as pessoas nos olham. As pessoas olham para nossas fraquezas, nossas falhas. Muitos erros, muitos pedidos de perdão e perdemos a esperança de não sermos mais considerados servos do Senhor. Mas a misericórdia do Senhor está na nossa vida e Ele quer fazer mudanças em nossa vida.

Zaqueu então se dispõe a repartir com os pobres os seus bens. Há uma mudança. Antes ele queria juntar mais bens; agora queria dividir o que tinha com outras pessoas.

Há pessoas ao nosso lado que precisam ser amadas, que tacitamente, em seu interior, clamam por misericórdia. Queremos receber, que nos reconheçam, mas o Senhor fala para compartilhar. Muitas vezes nossas palavras são de cobrança, de acusação, de querer mais, mas o Senhor muda nossas prioridades para querer compartilhar o que Deus nos deu. Somos escolhidos para a realização do plano de Deus. Muitas vezes quremos fazer prevalecer a nossa vontade, fazemos planos e projetos e esquecemos de convidar o Senhor para participar desses planos. Depois decobrimos que essa atitude nos traz sofrimento. Deus está dizendo, filho, dá-me o teu coração. Ele quer ser a prioridade em nossa vida, dirigir e nortear nossos planos e projetos.