Vídeo: Pr. Carlos Nascimento prega a perseverança em meio às provações

Vídeos - Vídeos

Avaliação do Usuário: / 4
PiorMelhor 
No culto de missões de 9 de maio, o Pastor Carlos Nascimento pregou com base no texto de Hb 12.1-3: "Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. Considerai, pois, aquele que suportou tais contradiçöes dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ánimos."

Nesse texto aprendemos que os embaraços que enfrentamos não devem nos afastar da presença do Senhor. Às vezes nos embaraçamos com coisas pequenas, insignificantes, que nos entristecem, e deixamos de buscar a presença do Senhor.

Relacionamentos rompidos são exemplos que nos afastam da presença do Senhor. As dificuldades nos relacionamentos, namoro, casamento, pais e filhos, entre irmãos. Muitas vezes ficamos indignados com atitudes de alguém de nosso convívio. Esperávamos mais dessas pessoas, que tivessem algo de Deus, por atitudes inconvenientes. Mas nada do que pode ter acontecido e machucado o coração é maior que o sacrifício que Jesus fez na cruz do Calvário.

Outro exemplo é o pecado. O pecado não deve nos afastar do Senhor. O pecado é uma tristeza, uma derrota, abala as famílias. Há solução para o que peca. O pecado não é a consequência final. Nem tudo está perdido; há uma solução: Jesus é o nosso advogado e está com as mãos estendidas sobre quem errou. Se confessarmos os nossos pecados Ele é fiel e justo para nos perdoar.

Não podemos estacionar na vida espiritual. Corramos com paciência. Somos maratonistas da fé. Correr em um ritmo constante, cadência continuada.

Deus tem um propósito para cada um de nós. Podemos aceitar ou recusar o que Deus tem para nossas vidas mas Ele se preocupa conosco.

Nosso olhar não deve estar em nenhum outro lugar que não seja Jesus, o autor e consumador da fé.