Milagre da vida

Testemunhos - Testemunhos

Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Meu nome é Paola e tenho 16 anos. Queria muito compartilhar meu testemunho com outras pessoas, pois Deus fez um milagre em minha vida. Desde pequena sempre fui uma menina saudavél, sempre me alimentei bem, nunca tive nenhuma doença nem nada. Tinha garganta inflamada, mais coisas normais, e sem grande importância.

Mas, ao longo dos anos, fui percebendo que algo estava acontecendo comigo, percebi que minha respiração tinha mudado e que não conseguia respirar com tanta facilidade. Minha mãe nem deu importância, ela achava que eu fazia isso pra chamar a atenção, pois tenho dois sobrinhos que tem problemas de saúde como bronquite, asma, essas coisas.

Um dia eu estava jogando futebol na rua e veio aquela falta de ar; parecia que eu estava entalada, pois não passava ar, não conseguia nem falar, nem gritar, só aquela sufocação. Minha mãe veio correndo me ajudar, viu que eu estava começando a ficar pálida; logo em seguida desmaiei. Ela ligou pra ambulância e me levaram pro hospital da cidade.

Quando estava no caminho, meu coração parou de bater duas vezes. Tiveram que me reanimar, meu coração voltou a bater, mas logo depois aconteceu a mesma coisa. Eu já estava chegando no hospital e então os médicos da ambulância me reanimaram e me levaram correndo pra reanimação. A sala estava infectada pelo virus da meningite, e não puderam me deixar lá. Levaram-me para a UTI e logo me diagnosticaram e me trataram rapidamente, colocaram vários tubinhos de ar no meu nariz para eu poder respirar e me deram um tranquilizante. Levaram-me até a sala de raio X e foi constatado que eu tinha asma, bronquite e pneumonia.

Fiquei internada uma semana na enfermaria, e fizeram um monte de exames durante essa semana. Tinha também laringite, faringite, rinite, gastrite, esofagite, úlcera no estômago, entre outras doenças. A cada dia que passava meu estado de saúde piorava. Começaram a fazer exames sem me anestesiar, como por exemplo, endoscopia.

O médico disse que eu tinha uma doença desconhecida, e que não sabiam tratamento e nem se tinha cura. Mandaram meu caso para os Hospitais de São Paulo, para os professores analisarem, mas nenhum soube definir o que era.

Os dias foram se passando e todo dia eu tomava um corticóide, para poder respirar. Continuei internada sem nenhuma resposta médica e os dias foram se passando.

Em um sabádo em que eu ia receber alta tive uma crise, um derrame cerebral. Os médicos já tinham constatado minha morte e diziam que quem quisesse me ver viva teria que ir me ver o mais rápido possivel. Disseram que eu tinha pouco menos de duas horas de vida e que a única coisa que podiam fazer por mim é rezar. Minha família toda era católica, e nesse dia em que tive o derrame minha amiga da Igreja Luz para os Povos pediu pra fazer uma oração por mim. Quando a pastora entrou na sala eu estava com quarenta graus de febre e estava em convulsão. Ela entrou ela disse: irmã sua filha já está morta, nada podemos fazer por ela.

Mas eu estava acordada ainda. Minha mãe disse que eu estava ali, acordada, como podia estar morta? Ela disse: "Corra para a igreja, sua filha está sendo libertada da morte. Aceite a Jesus como seu único Salvador, e sua filha deve receber a benção."

Logo apos minha mãe foi até a igreja mais próxima e aceitou Jesus. Mas durante essa saída dela até a igreja, Jesus já estava operando em mim. Quando ela saiu, minha febre foi baixando, minhas convulsões também, e o médico disse que não havia explicação pra aquele acontecimento.

Quando minha mãe voltou, eu estava completamente curada, sem febre, o derrame já havia parado e estava como se nada tivesse acontecido.

Deus é maravilhoso, me salvou da morte e pode ser assim com todos que tiverem fé nele.

Hoje minha familia toda se converteu, e estamos completamente agradecidos a Deus.