Um coração novo

Testemunhos - Testemunhos

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

alt

Qual seria sua reação ao descobrir que o batimento cardíaco estava diferente do normal e as coronárias estavam viradas para o mesmo lado causando um início de sopro no coração? Tristeza? Desespero? Ou não teria reação nenhuma? Ao olhar para tal situação vivida em sua vida o jovem Rodrigo Maranho Filho agiu com confiança no poder da Palavra de Deus. No início deste ano Rodrigo que tinha recém sido aprovado no curso de Engenharia Ambiental na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e tinha uma vida normal como qualquer jovem entre os 17 e 20 anos. Antes do início das aulas, em fevereiro deste ano, o jovem tinha marcado uma cirurgia para retirada das amídalas, para tanto o médico pediu o risco cirúrgico, e constataram que ele tinha o batimento cardíaco diferente do normal. “Eu esperei sair o resultado do vestibular para fazer a cirurgia nas amídalas, mas ao fazer o risco cirúrgico e ver que o meu batimento cardíaco não era correto para a minha idade, então o médico pediu um eco cardiograma e foi diagnosticado que a válvula mitral estava diferente e isso estava causando um início de sopro e também as duas coronárias estavam viradas para o mesmo lado, e com isso, poderia causar um ataque fulminante no coração”, contou.

alt

Diante deste diagnóstico o médico proibiu que Rodrigo fizesse qualquer tipo de esporte ou esforço físico para evitar que algo pior acontecesse com a saúde do jovem. Ana Paula e Rodrigo, os pais de Rodrigo, ficaram muito preocupados com o exame, mas ao mesmo tempo crendo que Deus poderia fazer um milagre. “Por se tratar de um filho, o mundo desabou. A gente entrou em desespero, mas confiando que Deus pudesse fazer o impossível e passamos a fazer orações e pedimos aos nossos familiares e pastores conhecidos, em especial ao nosso Pr. Antonio Dionizio para interceder pelo Rodriguinho para que no próximo exame fosse constatada a cura do problema cardíaco”, ressaltou emocionado o pai de Rodrigo.

alt

De acordo com o relato do jovem, ao saber do problema médico ele ficou arrasado e muitos planos e sonhos foram sendo entulhados com o veredito do médico. “Os meus conhecidos que estudam na UFMS já tinha me convidado para jogar basquete pela universidade, mas com esta situação eu teria uma vida vegetativa, sem socializar com outros jovens. Segundo o médico tinha falado foi que eu viveria até os 22 anos que é a média de vida para quem tem este tipo de anormalidade cardíaca, ou seja fiquei muito abalado porque nem o sonho de me graduar eu teria”, destacou Rodrigo. Mas com auxilio da família e apoiado na fé em Cristo o jovem buscou na oração forças para crer no milagre. No início do mês de março Rodrigo fez novamente um exame no coração e para a Glória de Deus foi constatado que as veias coronárias estavam normais e a válvula mitral estava fazendo com que o coração batesse corretamente. “O que mais nos impressionou foi a reação que o médico teve ao olhar o exame. Ele pegou uma caneta e começou a marcar os números do laudo e olhar para o exame anterior e o atual e não entendia o que havia ocorrido, pois não tinha mais nada no coração do meu filho, as duas coronárias estavam cada uma no seu lugar ao contrÁrio do que tinha dado no primeiro exame. A partir disso o médico liberou o Rodriguinho para voltar a suas atividades esportivas normais”, disse com alegria Rodrigo.

alt

Após passar por este problema de saúde, Rodrigo e sua família entenderam que Deus estava tratando com eles para aumentar a comunhão e a fé, pois eles sempre se envolveram ativamente nos trabalhos da igreja e ultimamente estavam apenas congregando. O jovem Rodrigo aconselha as pessoas que estão passando por situações semelhantes à dele para confiar na Palavra de Deus e crer que o Senhor faz milagres em nossas vidas através da oração.