O oleiro que amassa o barro

Notícias - Música

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

O 2° Encontro de Corais da Assembléia de Deus - Missões em Campo Grande, MS começou nesta quinta-feira, 6 de setembro, e teve a participação do coral da congregação do Santo Amaro.
O pregador foi o Pastor Dionízio que, em noite inspirada pelo Espírito de Deus, falou de como Deus dá uma segunda chance àqueles que perderam o entusiasmo da salvação.
A revelação dada ao profeta Jeremias, em Jr. 18, em que o Senhor demonstra, através da metáfora da olaria, como um filho seu (no contexto bíblico o povo de Israel e, na atualidade, a Igreja e cada um de nós) pode ser quebrado, moído, para daí surgir um "vaso novo", um vaso de honra para o Senhor.
Em sua argüição, lembrou-se do rei Manassés, de Judá, filho de Ezequias (2 Cr 33). Manassés, que subiu ao trono aos doze anos de idade, não obstante sendo filho de um homem temente a Deus, escolheu o caminho do mal, descumprindo e promovendo o descumprimento dos preceitos divinos ao povo de Judá. Deus o entregou aos inimigos assírios, e nesse momento Manassés caiu em si e clamou ao Senhor, que o resgatou e o colocou de volta no trono de Jerusalém.
Da mesma forma, Deus permite que o cristão passe por dificuldades quando afastado dos caminhos do Senhor. É fundamental, para o crente, reconhecer sua condição de agravo ao Senhor e cair aos seus pés; Ele perdoará. E o crente torna-se novamente participante das bençãos de Deus. É um vaso novo.