ADM em Portugal realiza campanha de milagres

Notícias - Missões

Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
A Assembléia de Deus Missões de Quinta do Conde, Portugal, liderada pelo Pr. Samuel Silva realizou de 12 de Julho a 23 de Agosto de 2007 uma poderosa campanha denominada “Portas Abertas” baseada em Isaías 45.2: “Eu irei adiante de ti, e endireitarei os caminhos tortuosos; quebrarei as portas de bronze, e despedaçarei os ferrolhos de ferro”. (veja as fotos)
O evento ocorreu durante sete semanas, sempre às quintas-feiras, num culto já conhecido como “Reunião da Conquista”. O Pr. Simaias Fonseca foi o instrumento que Deus utilizou para impactar a comunidade de Quinta do Conde, cujo lugar, em face do materialismo, somado com o forte tradicionalismo religioso, é muito resistente ao evangelho.

Foram dias de muitas experiências tanto para a igreja quanto para os visitantes, principalmente as pessoas não crentes que atendiam ao convite de muitos irmãos e compareciam para as reuniões de milagres e libertações, comprovando a olhos vistos o grande poder de Deus através dos testemunhos que eram relatados de viva voz durante os cultos. O Pr. Simaias Fonseca, preletor em cinco ocasiões da campanha, sempre comparecia para as pregações acompanhado de caravanas e o ambiente se completava com a grande cooperação do nobre companheiro. Igualmente importante foi a cooperação da sua esposa Missionária e cantora Jaqueline Fonseca.

Cooperou conosco ainda o Pr. Amadeu Vieira Júnior, com igrejas na Suiça e “espiando a terra” em Portugal. Sua ministração foi muito salutar para todos os ouvintes e Deus confirmou algumas promessas na vida de alguns irmãos. A presença de Deus era sentida de forma muito confortante. A missionária Léa, de São Paulo e de passagem por Portugal, também pregou em uma das noites e a igreja recebeu de bom grado a sua preleção, que foi baseada na atitude vitoriosa de Ana, ao buscar do Senhor um filho, nascendo assim o que veio a ser o profeta Samuel.

O trabalho em Quinta do Conde é bastante desafiador, mas o Senhor tem nos dado graça e estratégia para avançarmos, “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo (2 Co 10.4-5). Muitos têm sido abençoados pela ministração da palavra de Deus no templo e das constantes visitas aos lares que ora são solicitadas, ora são oferecidas pelo Pr. Samuel e Miss. Jadna.

Relatamos aqui com particularidade alguns casos dignos de nota. Uma fiel serva do Senhor, a quem tratamos carinhosamente de “avó Maria”, já contando 83 anos de idade (vide galeria de imagens), estava desiludida com uma situação em que um inquilino ocupava sua casa havia 20 anos e não pagava o aluguel e ainda se achava no direito de reivindicar na justiça o imóvel para si. Sempre que a irmã se dirigia a este cidadão, ele a maltratava com palavras de baixo calão, deixando-a constrangida. Numa visita ao lar desta piedosa irmã, ela nos relatou o fato com muita amargura na alma, pois o imóvel era o único bem deixado por seu marido antes dele partir com o Senhor. Nos sensibilizamos muito com o relato, pois ela testemunhou que por muitos anos pagaram o financiamento do imóvel sem nunca porém ter usufruído deste. Após ministrarmos uma palavra de conforto e esperança àquele cansado coração, de repente sentimos a glória do Senhor nos envolver e Deus colocou uma palavra profética em nossa boca em que o Senhor consolava aquela alma dizendo que dentro de poucos dias ela teria aquele caso solucionado. Para não pormenorizar demais, em poucos dias aquele cidadão caiu enfermo e foi internado para nunca mais voltar para casa, ou seja, Deus cortou o seu fôlego de vida. A família prontamente devolveu o imóvel para a irmã. O caso repercutiu tremendamente tanto na família do inquilino quanto na família da “avó Maria”.

Outra situação interessante é o de uma senhora por nome Maria dos Anjos nos fez uma visita por indicação e pediu uma conversa pastoral. Em companhia de minha esposa Missionária Jadna ouvimos aquela senhora que já há 15 anos vinha sendo espoliada por uma igreja neo-pentecostal, sem contudo jamais ter experimentado um milagre. Após aconselharmos e orientarmos a referida irmã, ela pediu oração pela sua nora que há 4 meses simplesmente desapareceu, sem deixar vestígio e tem sido grande a aflição da família, pois esta levou consigo um filhinho. Após orarmos, transcorridos cerca de 30 minutos, a irmã Maria dos Anjos nos telefonou aos prantos e emocionada dizendo que sua nora havia terminado de telefonar, possuída por um grande remorso e arrependimento, querendo ser recebida de volta.

Outro irmão por nome Rui Valério, nos visitou numa das “Reuniões da Conquista”, e naquele dia pregávamos sobre a vida e o chamado de Abraão, e concentramos nossa prédica sobre o cumprimento da promessa, nascendo-lhe Isaque. Ilustramos com o milagre ocorrido em nosso lar, em que a Miss. Jadna, após ser desenganada pelos médicos que esta não poderia gerar pois era estéril, o Senhor ouviu nosso clamor, e para remover qualquer indício de coincidência, não temos apenas um mas dois lindos filhos (vide galeria de imagens). Era o Senhor usando a nossa boca, pois era a palavra que acendeu a centelha da fé no coração daquele homem que contava apenas 2 anos crente, mas estava disposto a parar na caminhada, pois sofrera uma grande decepção em função dum escândalo na igreja em que frequentava. Após o culto, pediu uma conversa particular e marcamos para o dia seguinte em nosso gabinete. Após ouvi-lo e aconselhá-lo a fortalecer-se na fé em Cristo Jesus, ele revelou o real motivo que o trouxe a conversar conosco: Ele e sua esposa há dois anos e meio estavam fazendo tratamento para ter um filho, mas até o momento sem qualquer progresso. Consultamos o Senhor e Ele nos colocou uma palavra no coração e ministramos ao irmão Rui Valério. Incentivamo-los a fazer uma campanha e ele aceitou o desafio. O resultado é que antes de terminar a campanha, sua esposa achava-se grávida!

Muitos outros relatos poderiam ser escritos aqui, mas estes são apenas para que o distinto leitor continue motivado a fazer missões, pois o Senhor continua vivo e operante, basta que hajam vasos que se coloquem a Sua disposição para serem usados. Lembre-se que enquanto haviam vasos, o azeite continuava jorrando; quando terminaram os vasos, o azeite parou (2 Re 4.6). Continue fazendo missões; indo, intercedendo, contribuindo, pois um é o que semeia, outro é o que ceifa, mas ambos receberão galardão, cf. 1 Co 3.8

A igreja que deixa de ser evangelística em breve deixará de ser evangélica”. Alexander Duff

Sola Fide