Seminário sobre relacionamento e sexualidade reúne mais de 1,9 mil jovens

Notícias - Jovens

Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 

alt

A camisa mostra uma mão aberta e uma aliança. O compromisso é com o amor santo, capaz de superar as tentações da carne para chegar puro ao altar. Cerca de 1900 jovens participaram do seminário Eu Escolhi Esperar (EEE), no dia 7 de setembro na ADM – Central. O evento realizado em parceria com a União de Mocidade da ADM em Campo Grande tratou sem rodeios sobre a vida sexual e sentimental do jovem, dizendo que não existe meio termo: o sexo antes do casamento é proibido e tem gente que decide abolir por livre e espontânea vontade até o beijo na boca. O amor verdadeiro, para eles, seria capaz de superar esses pequenos desafios.

 

alt

As várias atividades do movimento Eu Escolhi Esperar começaram as 9h30 e foram até às 17h30. Com o objetivo de fortalecer a fé de que é melhor esperar o casamento para o sexo, o evento teve jovens com idade a partir de 14 anos e de várias igrejas evangélicas e teve alguns jovens católicos também.Segundo o Pr. Angelo Santos, líder da Umadecamp, “foi nítido durante os intervalos verem os jovens conversando sobre os assuntos abordados, enquanto procuravam um lanche”, destacou.

alt

O evento teve caravanas de diversas cidades do Estado que mobilizou jovens evangélicos para aprender e esclarecer suas dúvidas sobre relacionamento e sexualidade a luz da Palavra de Deus. “Foi excepcional as palestras com o Pr. Nelson Junior, líder do EEE, por que ele deu uma aula pra gente tanto de anatomia quanto de Bíblia. Tudo o que ele falava na parte cientifica ele provava na Bíblia os princípios e valores sobre a castidade e isto tornou mais interessante o assunto e com isso prendeu a atenção dos jovens”, afirmou o Pr. Angelo.

alt

A estudante de Biologia, a jovem Luana Ximenes, 19 anos, nunca namorou e nem tem pressa. "Eu espero até a vontade de Deus, um namoro que seja em santidade, ou seja, sem sexo até o casamento", disse. Evangélica e veterana no movimento, ela acredita que as desilusões amorosas têm causado muita angústia e sofrimento entre os jovens. "Você acaba se machucando por causa das ilusões. Nós procuramos um outro caminho, aqui a gente fala sobre sexo, sobre o amor, mas de uma forma saudável, baseado nos ensinamentos da Bíblia", acredita.

alt

O pastor dos jovens da ADM, Angelo Augusto, acredita que o problema dos relacionamentos atualmente é a banalização dos sentimentos. “Nós estamos muito preocupados com os sentimentos e a sexualidade dos nossos jovens, por isso é bom nós plantarmos agora para colher no futuro”, disse.

alt