COMADEMS realiza Curso de Capelania Prisional em Campo Grande

Notícias - Educação Cristã

Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 

 

alt

O Conselho de Capelania da Comadems, em parceria com o Instituto de Educação Religiosa de Campo Grande (Isercamp), realizou no dia 8 de Julho o primeiro curso de agente Religioso Prisional, no seu templo sede, na Capital.  O curso tem como objetivo preparar pessoas para o serviço de assistência religiosa aos presidiários. Onze pessoas, de diferentes denominações evangélicas, participaram do curso e receberam  orientações dos procedimentos usados nas unidades prisionais.

 Matérias como “Passos e princípios para evangelizar nos presídios; Comportamento ético no ambiente prisional; Ética carcerária, Relacionamento com os profissionais de segurança” são algumas das doze matérias que compõem o curso. Para ministrar nesta ação de capacitação foi convidado o Pr. Marcos Ricci, capelão representante do segmento  evangélico junto à Agência Penitenciária Estadual (Agepen-MS).

alt

Durante o curso foram tratados de temas referentes ao posicionamento que o voluntário terá perante o agente prisional e o preso. Os participantes ouviram também muitas experiências pessoais vivenciadas pelo Pr. Marcos Ricci em 20 anos atuando como capelão. Um ex-detento também foi convidado pelo respectivo pastor para dar o seu testemunho de conversão. Alex Lourenço ficou preso dois anos e meio e neste período foi alcançado pela palavra de Deus e teve a sua vida totalmente transformada. Além da grande experiência da salvação, o mesmo é também um empresário bem sucedido do ramo de mobiliário e decoração. Ele estava acompanhado de sua esposa e filhos. Foi um testemunho muito comovente e os presentes não conseguiam conter as lágrimas de alegria pela obra realizada por Deus, através do trabalho da Capelania Prisional. No decorrer do curso, o pastor Marcos Ricci afirmou a necessidade de pessoas compromissadas com a Capelania Prisional. Segundo ele existem quatro presídios dentro do complexo penitenciário da capital, que não possuem pessoas qualificadas para a realização de cultos com os presos.

alt

Segundo o Pr. Reinaldo Rezende Alves, capelão do Conselho de Capelania da Comadems, “a parceria com o Isercamp surgiu pelo fato do Instituto priorizar o ensino teológico, assessorando-nos nesta parte vital para o sucesso do projeto” ressaltou.   Para o capelão da Comadems, a expectativa foi atingida pelo fato de ser o primeiro. O segundo já está sendo pensado e será amplamente divulgado, conclui.