Vereador Elizeu Dionizio foi diplomado para o mandato

Notícias - Mídia

Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 

 

alt

Os eleitos para administrar Campo Grande e legislar na Câmara Municipal a partir de 1º de janeiro de 2013 foram diplomados na noite do dia 18 de dezembro, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo. A solenidade iniciou-se com a execução do hino nacional, em conseguinte a leitura da ata das eleições na capital. Após leitura da ata foi feito a diplomação dos suplentes, vereadores eleitos, prefeito eleito Alcides Bernal (PP) e vice-prefeito eleito Gilmar Olarte (PP).

 

Terminada a entrega dos diplomas, o vereado Zeca do PT foi discursar em nome dos eleitos para a Câmara.  “Este ato é o final de um processo eleitoral e reconhecimento legal da vontade popular, 2013 anuncia-se como um ano de desafios”, disse Zeca. De maneira conciliadora, o prefeito eleito, Alcides Bernal afirmou que a administração será guiada pela cooperação, equilíbrio, respeito e harmonia.  “Vamos fazer o trabalho focado nas pessoas, com vistas para o desenvolvimento da nossa cidade e garantir qualidade de vida a nossa população”, disse.

alt

Dentre os diplomados estava o vereador Elizeu Dionizio, que foi o 13º candidato mais votado entre os 29 eleitos. Apesar de ser sua primeira candidatura, sua eleição mostra a força do povo evangélico, em especial os membros da ADM. Durante a campanha sua bandeira política foi o atendimento olho no olho e falando a verdade, e a meta é fortalecer os trabalhos sociais desempenhados pela ADM, bem como a toda população municipal.

alt

O evento contou com a presença do vice-presidente da ADM, pastor Orlando Monteiro, do gestor da Convenção Estadual de Ministros da ADM, pastor David Duarte e do pastor-administrativo, Oséias Viana que representaram o pastor Antonio Dionizio. Além da diretoria da ADM estiveram presentes familiares e amigos que celebraram mais esta conquista. 

 Em discurso antes do encerramento da cerimônia, a juíza eleitoral Eliane de Freitas mandou um recado para os eleitos, lembrando que o interesse público deve ser considerado em primeiro lugar. “Os senhores eleitos são meros ocupantes temporários do poder, administram o que não lhes pertence. Por isso, espero que todos os eleitos cumpram com dignidade e compromisso o poder confiado pelo povo”, afirmou.