18ª Consciência Cristã é marcada por exortação a pregação do genuíno Evangelho

Notícias - Evangelismo

Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 

alt

A 18ª Consciência Cristã iniciou suas atividades no dia 8 de fevereiro, no Pavilhão Central do Parque do Povo, em Campina Grande (PB). O evento, organizado pela Visão Nacional para a Consciência Cristã (VINACC), reúne pastores e lideranças evangélicas, e a expectativa é que aproximadamente 12 mil pessoas por dia participem das palestras. “A expectativa de público é atingir uma média de 70 a 80 mil pessoas. São mais de 12 mil pessoas por noite e esperamos que em 2016 tenhamos um número maior que tivemos em 2015”, afirmou o pastor Valberto Cruz.

Preocupados com as distorções do Evangelho que surgem nas diversas vertentes existentes no meio evangélico, os conferencistas publicaram a “Carta de Campina Grande”, um documento que sintetiza a crença protestante e delineia o significado do Evangelho. “Estamos convictos de que fora de Cristo absolutamente ninguém pode ser salvo, portanto, com coração contrito, afirmamos que rejeitamos todo tipo de doutrina, ensino ou conceito teológico que afirme a possibilidade de salvação do pecador fora de Cristo”, subscreveram os pastores.

alt

No dia 11 de fevereiro, último dia de evento,  o Pr. Aurivan Marinho encerrou com um alerta severo a igreja brasileira. “Os falsos profetas não gostam do Evangelho puro e simples, mas modificam a mensagem, adicionando adornos, de modo a colocar um véu sobre Evangelho e ocultar a sua própria impiedade”, disse. Contundente, Marinho enfatizou que o crescimento do número de evangélicos no Brasil não é motivo de comemoração, porque muitos desses neófitos estão sendo ensinados em uma doutrina que não é bíblica. “Não me alegro em saber que a igreja brasileira cresce em número. O que eu desejo ver é a igreja mudar a face desse país! Não podemos fabricar uma mudança ou avivamento”, concluiu.