Detran promove conscientização entre universitários

Notícias - Jovens

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

 

alt

O Brasil estampa uma realidade assustadora em acidentes no trânsito. De acordo com o Mapa da Violência 2012 (Instituto Sangari) de 1996 a 2010 o país registrou mais de meio milhão de mortes em diferentes tipos de acidentes (518.500 óbitos). Isso sinaliza que a cada dia centenas de jovens no país tem suas vidas arrancadas por uma mistura perigosa: álcool e direção.

 O Estado de Mato Grosso do Sul, por exemplo, durante uma década (2000-2010), apresentou um aumento no número de morte de 96,3%, segundo o Sangari. Em 2000, o Estado registrava 401 mortes no trânsito; em 2010 esse número subiu quase o dobro: 787 perderam suas vidas. O Mato Grosso do Sul não é uma exceção. O Estado faz parte de uma estatística nacional que precisa mudar – a partir da responsabilidade de todos. Nesse quesito o MS tem feito a sua parte para enfrentar o problema.

Com a alteração da lei Seca/12760 de dezembro de 2012, em que alguns dispositivos foram alterados. Antes a Lei Seca constatava que o condutor estava embriagado apenas com o auxílio de bafômetro e exame de sangue. Porém como o cidadão tem o direito de não produzir provas contra si mesmo, então com esta reformulação o policial terá outras ferramentas legais para analisar o estado do condutor. Dentre estas ferramentas destacam-se vídeos, fotos e testemunhas, em que o próprio policial poderá executar tanto a filmagem, foto e lavrar um laudo testemunhal alegando a embriaguez do cidadão.

De acordo com a diretora de Educação e Habilitação, Elizabeth Felix o condutor que for pego com qualquer decigrama de álcool no corpo pagará uma multa de R$ 1.915,40, e o reincidente pagará uma multa de R$ 3.830,80, além da suspensão do direito de dirigir durante doze meses. “Esse condutor pra pegar a sua carteira de habilitação de volta, terá que passar por um curso de reciclagem no Detran, que é um curso longo e após isso terá que fazer um exame teórico e em caso de reprovação ele não pegará a carteira” pontuou Elizabeth.

Reduzir o número de mortes

Segundo o Detran/MS, somente no mês de outubro de 2012, Campo Grande registrou mais de 18 mil infrações de trânsito, 40% dessas relacionadas ao excesso de velocidade. A Avenida Afonso Pena, uma das principais da cidade, tem sido palco dessas tragédias. Para reduzir estes números alarmantes o Departamento de Educação e Habilitação de Transito do Detran tem desenvolvido atividades educacionais para sensibilizar os jovens entre 21 a 27 anos. Dentre os programas educacionais desenvolvidos em parceria com as universidades destacam-se o Calouros por um trânsito seguro, os Anjos da night e oArtista de Bar .

alt

Em parcerias com as universidades de Campo Grande o projeto Calouros por um trânsito seguro, neste ano trará como tema a Lei Seca. “Então os Calouros por um trânsito seguro que é um programa do Detran, este ano o viés é só sobre a Lei Seca, nós estamos dentro de todas as universidades do Estado. Iniciamos nas instituições da Capital com um grande movimento entre os calouros. De forma contextual a palestra informa os universitários a respeito da nova legislação” reforçou Elizabeth.

 

Outro programa educacional a ser destacado é o Anjos da Night. Vestidos como verdadeiros anjos, eles abordam jovens e motoristas em baladas durante a noite, orientando-os de que a bebida e direção não combinam. Os Anjos da Night, conta com cerca de seis atores que se posicionam na entrada dos locais mais frequentados pelos jovens e distribuem panfletos educativos.

“A ação dos Anjos da Night se deu através da percepção das atitudes violentas dos jovens no trânsito de Campo Grande. Foi constatada a necessidade de uma sensibilização com esse público para evitar a associação de álcool e direção”, explicou Elizabeth Felix.

Em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes o Detran tem desenvolvido ações que buscam a conscientização dos condutores. O projeto Artista de bar visa de forma bem humorada, através de artistas e cartunistas do Estado. “O Artista de bar é uma parceria do Detran com a cultura do nosso Estado, no qual a gente privilegia os nossos cartunistas, em que a gente faz um evento no bar com essa galera toda que está se divertindo e o artista de forma lúdica através do seu desenho está conscientizando o cidadão sobre os perigos ao associar o álcool e direção” reforçou Elizabeth