Silas Malafaia debate o aborto na Band

Notícias - Comunidade

Avaliação do Usuário: / 17
PiorMelhor 
No programa Canal Livre da TV Bandeirantes deste domingo foi entrevistado o pastor Silas Malafaia, da Assembléia de Deus da Penha-RJ. O tema da discussão foi o aborto, diante das polêmicas levantadas nos últimos dias sobre a possibilidade de legalização dessa prática no Brasil.

Para explicar, do ponto de vista teológico, a importância que Deus dá ao embrião e ao feto, Malafaia citou o versículo 16 do Salmo 139: "Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia." Falou também da lei mosaica, que responsabilizava um homem que, mesmo acidentalmente, provocasse a morte de um feto e o condenava a morte. Isso mostra que Deus dá a mesma importância a um adulto e a um recém-concebido. Nesse ponto de vista a vida começa na concepção.

A Bíblia não dá espaço para a discussão do tema. Por isso, entre os evangélicos, quase a totalidade das pessoas posiciona-se contra a prática.

Do ponto de vista científico questionou as razões pró-aborto que focam no bem-estar da mulher a motivação para a eliminação do embrião ou do feto. Segundo o pastor, há evidências suficientes, descritas na mídia ou documentadas por estudos, que as mulheres que praticaram alguma vez o aborto "morrem aos poucos", sentem-se culpadas e ainda têm maior propensão a dificuldades posteriores de gestação. O ser humano não consegue ver com frieza a eliminação de uma vida porque não somos somente corpo, mas também alma.

Questionado sobre os problemas de saúde pública decorrentes dos abortos ilegais atualmente realizados no Brasil, afirmou que a solução não é tirar a vida do ser no ventre da mãe mas sim conscientizar as pessoas que não pratiquem atos que as levem a esse embaraço.