Vídeo: Pr. Eduardo Ramos define Léia como modelo de mulher cristã

Vídeos - Vídeos

Avaliação do Usuário: / 7
PiorMelhor 


Na noite de abertura do Congresso da UFADECAMP de 2009, 21 de agosto, o Pastor Eduardo Ramos, da Assembléia de Deus Liberdade e Vida, de Brasília, fez um sermão mostrando que a primeira esposa de Jacó, Léia, serve como modelo para a mulher cristã da época atual.

A saga de Léia começa com um engano de Jacó, provocado por Labão. Léia, uma mulher que não se encaixava nos padrões físicos de beleza, vê-se em um casamento em que era desprezada por sua aparência. Raquel, sua irmã e competidora, era mais bela, mas não demonstrava a nobreza espiritual de Léia.

Jacó não percebia a bênção que significava Léia para sua família. Léia conseguiu transpor as dificuldades, vencer as provas e livrar-se dos espinhos através de uma vida de oração. Em seu drama, não acusou Jacó. Raquel faria isso mais tarde quando lutava contra a infertilidade.

Léia entregou seu problema a Deus e mostrou a qualidade de seu relacionamento com Deus através dos nomes de seus filhos.

Sua gratidão a Deus e sua vida espiritual deram-na um destino honroso. Sobreviveu à morte de Raquel, viveu a plenitude de seu casamento com Jacó e, depois disso, em sua morte, foi honrada por Jacó ao ser sepultada em Macpela, a sepultura dos patricarcas, para onde Jacó também iria, pela própria vontade.

Esse exemplo mostra que Deus não julga as pessoas por aparências ou por estereótipos sociais. Deus conhece as dores produndas da alma de cada um. Ele vê, ouve, dá esperança e quer ser celebrado mesmo antes de dar a bênção. Assim como no caso de Raquel e Léia, os competidores dos servos de Deus serão sepultados no meio do caminho e o destino dos fiéis será a benção definitiva.