A cura do paralítico de Betesda

Artigos - Artigos

Avaliação do Usuário: / 169
PiorMelhor 

João 5.1-9.

Ora, em Jerusalém há, próximo à porta das ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Betesda, o qual tem cinco alpendres. Nestes jazia grande multidäo de enfermos, cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento da água. Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque, e agitava a água; e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse. E estava ali um homem que, havia trinta e oito anos, se achava enfermo. E Jesus, vendo este deitado, e sabendo que estava neste estado havia muito tempo, disse-lhe: Queres ficar säo? O enfermo respondeu-lhe: Senhor, näo tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim. Jesus disse-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda. Logo aquele homem ficou säo; e tomou o seu leito, e andava.”



A cura do paralítico de Betesda


O tanque de Betesda, é um local referido na Bíblia, mencionado somente no Novo Testamento. Neste local muitas pessoas pretendiam obter cura através dos alegados poderes curativos das suas águas. Este reservatório ou tanque de água ficava perto da Porta das Ovelhas, na zona Norte de Jerusalém.


Ao redor deste tanque existiam cinco alpendres ou colunas onde muitos doentes, cegos, coxos, pessoas com os mais diversos tipos de enfermidades, que já haviam buscado todo tipo de recursos, que utilizaram todos os seus haveres e não havia nada que os médicos pudessem fazer para mudar o quadro de suas vidas; e haviam tambem pessoas excluidas da sociedade por não terem condições financeiras para buscar recursos e dependiam quase que exclusivamente de um milagre; e todos se juntavam aguardando que as águas se agitassem.


A necessidade deste povo era muito grande, e também a sua fé; eles acreditavam que um anjo descia e agitava as águas; e a primeira pessoa que ali descia, depois do movimento da água, era curado de qualquer enfermidade que tivesse; todas aquelas pessoas eram necessitadas de uma benção, uma cura, e depositavam a sua fé em um reservatório de água.


Estava presente junto aquelas pessoas, um homem muito enfermo, e já havia trinta e oito anos naquela situação, e era muito difícil para ele buscar uma cura no tanque de água, pois ele era totalmente dependente de outras pessoas, que na maioria das vezes buscavam o mesmo objetivo que ele; e o que acontecia era uma verdadeira competição pois somente a primeira pessoa que ali descia, depois do movimento da água, é que era curado.

Jesus estava presente naquele lugar, e observava toda aquela situação; quantas pessoas doentes, cegos, coxos, necessitavam de um milagre, mas estavam fixados no alvo errado. Jesus estava ali, e Ele queria curar todas aquelas enfermidades, sarar todas as feridas, dar vistas aos cegos; mas ele não era o alvo, ele não era o objetivo daquelas pessoas.


Mas o Seu amor pela vida do homem é imensurável, e não existe como medir a misericórdia do Senhor pela vida do homem, mesmo que Ele não seja o alvo naquele momento, Ele nos ama e quer nos curar, nos salvar, nos libertar.


Jesus vê aquele homem deitado ali no chão, sabendo que a trinta e oito anos ele sofre deste mal, que a cura, a libertação de sua vida não está naquele tanque, mesmo que aquele homem não o conheça, mesmo que não tenha tido uma experiência pessoal; mas o amor e a misericórdia por aquela vida, está presente em Jesus. E Ele pergunta: “Queres ficar são?”


Aquela pergunta deixou o homem maravilhado, talvez ele tenha pensado que Jesus, iria leva-lo ao tanque, mas não foi necessário, pois para o Senhor curar, não é necessário competição para quem chegar primeiro, para o Senhor curar basta o amor D’ele para com as nossas vidas. “Jesus disse-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda.” E aquele homem foi curado.


Que cada um de nós, servos do Senhor, herdeiros do trono, filhos amados; possamos colocar sempre o nosso alvo, o nosso objetivo, a nossa esperança, no nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo; pois Ele não mediu esforços para a nossa salvação, Ele deu a sua vida, pagou um alto preço pelos nossos pecados, para que possamos estar ao seu lado na cidade santa celestial.

Aleluia; Louvado Seja o Nome do Senhor.

Que a graça e a paz do nosso Senhor esteja com os irmãos .

Amém.

André de Carvalho Ribeiro

Assembléia de Deus – Serra (ES)

Obreiro - Pregador

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.