ADM Lisboa vive a experiência - A Seara é grande e os ceifeiros são poucos

Artigos - Artigos

Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 

A minha grande paixão secular é aprender a aprender, pois somente assim posso ensinar de forma que a cada ensino corresponda uma aprendizagem.
Durante 30 anos de minha vida aprendi a aprender com meus alunos - quer nas Escolas Públicas, Particulares ou nas Universidades. Aprender é bom - muito bom - como dizem Eber e Otniel - os nossos filhos Professores de Química e Física respectivamente, no Brasil. Concordo com a idéia de muitos educadores - se não houver aprendizagem, não houve ensino.
Como não temos tempo a perder - "A seara é grande e os ceifeiros são poucos" -
gosto de promover ensinos atralados a um Projecto de Trabalho cuja competência prioritária seja ensino-aprendizagem - uma dupla que não se pode separar.
Por gostar de escrever a partir da construção de minhas próprias idéias, elas,
muitas vezes, não me deixam dormir - levanto algumas noites cinco vezes para
escrever o que me vem à mente no que concerne ao alcance da obra missionária - o meu fazer pedagógico na terceira idade.
E às vezes, com toda sinceridade, preciso pedir ao Espírito Santo para dar uma
trégua - me anestesiando para o descanso necessário ao final de cada dia de labuta (quando estou muito cansada, claro) - mas muitas vezes amanheçemos o dia.
No Brasil como fazia Asessoria Pedagógica de Projectos na área de ensino bíblico - mas especificamente para as faixas ectárias de 0 a 17 anos (EBD) e qualquer evento pertinente a estas faixas ou que elas devessem estar inseridas - como Missões, comemorações cívicas e o crescimento espiritual da criança, por exemplo - era comum vermos o sol se por e o sol nascer - o desejo de ver acontecer superava todos os obstáculos.
Uma grande equipe estava envolvida nos Projectos - só Coordenadores destas faixas eram 500 - somando-se isto aos monitores e auxiliares - os articuladores que faziam o repasse para o objecto alvo - alunos - chegavam a mais de seis mil em todo estado de Pernambuco-Brasil.
Quanto ao número de alunos somente Deus pode calcular - pois cada criança está situada dentro de uma família que aprende com ela - quando a fazemos se identificar com o ensino que lhe oportunizamos.
E criança quando aprende. aprende de verdade - se você não estiver fazendo o certo - ou se disser uma coisa e fizer outra, ela cobra, não aceita.
E no nosso caso que todo processo de ensino aprendizagem parte - não de uma história de alguém como ele - mas de uma situação bíblica que lhe deve ser levada partindo daquela aprendizagem a se contextualizar com a Palavra de Deus e mudar de actitude, além de transversalizar situações do mundo que o rodeia e tirar conclusões de que a vontade de Deus - o que a Bíblia ensina - é o melhor para sua vida.