A verdadeira liberdade

Artigos - Artigos

Avaliação do Usuário: / 5
PiorMelhor 

alt

A palavra liberdade, de acordo com a etimologia grega, eleutheria, significava liberdade de movimento. Tratava-se apenas da possibilidade do corpo se movimentar sem qualquer restrição externa. Compreendia-se a liberdade como o poder de se movimentar sem impedimento, seja em razão da liberdade do corpo, seja em razão da necessidade ou mesmo em razão do impedimento imposto por ordem de um senhor. Todo homem tem na sua essência uma busca natural por liberdade, muitos entendem que se tiverem, ou concederem, liberdade sem limites estarão proporcionando este direito. Quais as consequências do direito de liberdade desordenado? Liberdade não é libertinagem.

 

Não podemos confundir liberdade com libertinagem. Muitos usam e abusam dessa liberdade sem qualquer peso em sua consciência. Na verdade, nossa geração tem se tornado mais libertina que livre, estão querendo mudar o conceito. A liberdade sem limite tem arrastado nossos jovens para as armadilhas das chamadas drogas legais, lícitas tais como: álcool e cigarro que são responsáveis por milhares de mortes ano após ano. A palavra francesalibertinage, significa devassidão, característica de quem vive uma vidalibertina. No entanto, o conceito entre liberdade e libertinagem muda de acordo com o ponto de vista de uma pessoa para outra, de acordo com os valores morais que regem sua vida. Todo cristão tem seus valores morais moldados nas Escrituras Sagradas.

 Este entendimento pela sociedade que  não tem problemas que os jovens comecem cedo a beber, fumar, viver uma vida sexual ativa desde que se cuide; permitir que o pré-adolescente durma em casa com seu namoradinho (a), não tem problema algum! Esse conceito libertino pode gerar problemas para a vida toda. No último levantamento Nacional sobre o uso de drogas, realizado pelo Centro brasileiro de Informações sobre drogas Psicotrópicas, (Cebrid), e pela Secretaria Nacional Antidroga (Senad);revela que o consumo de álcool por adolescentes de 12 a 17 anos atinge 54%. O estudo realizado em 2004 mostrou que jovens de 18 a 24 anos, 78% já fizeram uso da substância e 19% deles se tornaram dependentes.

 São dados como esses que nos mostram uma sociedade que está entrando em colapso, ano após ano aumentam o numero de jovens presos na criminalidade, nas drogas, no alcoolismo e na prostituição. Quanto a nós, cristãos, acreditamos que a verdadeira liberdade só é possível por intermédio de Jesus Cristo. E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. Jo 8:32;36. Que Deus abençoe a todos poderosamente.